Evolução da temperatura nas primeiras 48h e respetivos inícios de presa pelo Vicat, da tese de Hugo Caetano

Apresentação molde instrumentado para ensaios não-destrutivos em betões nas primeiras idades

No passado dia 11 de Julho de 2013, o aluno/candidato Hugo Caetano fez a apresentação e defesa da sua tese intitulada “Ensaios Não-Destrutivos para a Caracterização de Materiais Cimentícios nas Primeiras Idades” na Faculdade  de Engenharia da Universidade do Porto, FEUP.

Hugo Caetano a apresentar tese de mestrado

Hugo Caetano a apresentar tese de mestrado sobre molde instrumentado.

A tese foi orientada por João Rio, co-orientada pela Prof. Sandra Nunes, arguida pela Prof. Carla Costa do ISEL, fazendo ainda parte do júri, como presidente, a Prof. Elsa Caetano. O trabalho foi desenvolvido no seio da unidade de investigação LABEST, para o projeto FCT PTDC/ECM/122446/2010 Betofibra – Betões de elevado desempenho reforçado com fibras em soluções inovadoras: concepção, caracterização e controlo de qualidade, link FCTlink FEUPlink LABEST.

RESUMO

O principal objetivo deste estudo experimental passou por conceber, construir, testar e utilizar um molde instrumentado com capacidade para avaliar a evolução da temperatura, resistividade e ultrassons na hidratação do cimento em pastas, argamassas e betões, correntes e de elevado desempenho, durante as primeiras idades, ie, até às 48 horas. Nesse sentido, após um estudo prévio do estado da arte foi possível realizar um molde instrumentado com capacidade de registar a evolução da temperatura de forma contínua e automática, e que permitiu registar a evolução da resistividade e de ultrassons de forma discreta e indireta, através da ação de um operador mas mantendo provete em condições isolado e em condições estáveis de cura.

Molde instrumentado com set-up de ensaios, da tese de Hugo Caetano

Molde instrumentado com set-up de ensaios, da tese de Hugo Caetano

O processo de desenvolvimento do equipamento começou pela construção de um primeiro protótipo que mostrou capacidade de reproduzir já os resultados pretendidos. No entanto, devido ao uso de materiais e técnicas menos adequadas, como se veio a constatar, acabou por revelar uma acentuada degradação após os dois primeiros ensaios. Teve-se oportunidade de proceder à construção de um segundo protótipo de molde instrumentado, em que foram incorporadas as lições técnicas de utilização aprendidas entretanto.

Evolução da temperatura nas primeiras 48h e respetivos inícios de presa pelo Vicat, da tese de Hugo Caetano

Evolução da temperatura nas primeiras 48h e respetivos inícios de presa pelo Vicat, da tese de Hugo Caetano

Neste segundo molde eliminaram-se as limitações manifestadas pelo primeiro protótipo apresentando maior robustez e facilidade de montagem, utilização e desmontagem. Perante o sucesso aparente do segundo protótipo, foi decidido construir mais três moldes instrumentados equivalentes.

Com a disponibilidade de quatro moldes instrumentados equivalentes, foi aumentado o âmbito do trabalho de forma a incluir um número de estudos paramétricos, nomeadamente: relação água/cimento, quantidade de agregado do tipo areia, presença, tipo e concentração de fibras. Foi ainda realizado um estudo da evolução de cura de um betão auto-compactável de elevado desempenho, com fibras, do interesse do já mencionado projeto de investigação Betofibra.

Este documento apresenta o processo de desenvolvimento dos moldes instrumentados, assim como os resultados de um estudo de preliminar e dos estudos paramétricos. Com base nos resultados obtidos ao longo desta campanha experimental, constatou-se que os últimos quatro moldes instrumentados revelaram ser consistentes entre si e ter capacidade de permitir a realização de ensaios não destrutivos que se mostrou terem sensibilidade suficiente às diferenças introduzidas nos vários estudos paramétricos.

Ligações Externas

  • Página da tese no sítio da FEUP, ligação;

 

Partilhar: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

1 comentário a “Apresentação molde instrumentado para ensaios não-destrutivos em betões nas primeiras idades

  1. Pingback: Modelação Comportamento Termico em Molde Instrumentado | João Rio

Os comentários estão fechados.